Dicas de fotografia (parte 012)

Neste episódio apresento um pouco do entendo por fotografia em preto e branco. A ideia é ajudar o leitor a perceber o quão interessante pode ser "pensar em preto e branco."


Fotografias são abstrações, ou seja, são extratos de uma experiência real transferida para um pedaço de papel. Fotografar é o mesmo que partir de um mundo tridimensional repleto de sensações para um enquadramento bidimensional repleto de expectativas.

Nossos sentidos, humor e experiências passadas dirigem a nossa atenção na busca pela composição que poderá representar, despertar ou induzir movimentos, odores, sons, sentimentos e sensações por parte do observador da sua fotografia.

Quanto “maior a abstração” que representa a percepção do autor, maior poderá ser a dedicação da audiência em buscar soluções para a imagem observada de forma atraente. Abstrações bem planejadas criam engajamento entre a fotografia e o observador.

Fotografias em Preto e Branco (PB) podem complementar o poder abstrato que carrega uma composição, objetivando capturar e repetir nossas experiências e relações (externas ou internas), criando assim um elo entre autor, trabalho e audiência. Esse é um belo motivo para esclarecer o quão poderosa pode ser uma fotografia simplificada por um mundo de luminosidades.

Boas composições em PB comportam variações de cinza navegando desde as sombras mais profundas aos tons mais claros. É importante acrescentar que pretos e brancos devem estar presentes, bem como sombras com detalhes e altas luzes com detalhes. O observador pode navegar através dos cinzas de forma veloz ou lenta, abrupta ou suave (este será o tema de outra dica).


Bons motivos para se pensar em PB



  • Somente 2% da parte sensível dos nossos olhos são dedicados para receber informações de cor. Os outros 98% se dedicam as luminosidades (brilho), portanto “amamos” contrastes.
  • Cores podem distrair. Em algumas composições as cores podem representar excesso de informação.
  • Fotografar em cores, em muitos casos, exige que o assunto esteja bem definido na composição. Em PB isso é uma questão de distribuição de luzes e sombras.
  • Cenas que parecem tediosas em cores podem render boas conversões para PB, desde que a composição tenha uma mensagem a ser transmitida.
  • Linhas e formas geométricas (evidentes ou implícitas) ganham força quando representadas em Preto e Branco. Bem como textura, contornos, formas, padrões e volumes.

Dica

Fotografia estourada, você sabe o que é? Quando a diferença entre áreas de sombra e áreas iluminadas superam o que o sensor da câmera consegue capturar com detalhes, pode haver estouro e/ou perda de detalhes nas sombras.
O estouro não permite que detalhes sejam capturados em áreas de luz intensa. Veja o exemplo abaixo.



https://stocksnap.io/author/10852

A imagem apresenta detalhes nas montanhas, porém o céu e o lago não tem detalhes, então houve estouro de luz nas áreas mais claras.

Aí entra uma das tolerâncias para o preto e branco, onde áreas estouradas são aceitas. Essas áreas não se tornam desagradáveis para quem está observando o seu trabalho. Veja bem, tem outras variáveis que determinam o quanto o estouro é ou não aceitável. Mais um exemplo:

https://stocksnap.io/author/4386

No exemplo acima, as espumas das ondas perdem detalhes, porém são aceitáveis. Estas envolvem o elemento humano e ainda estão posicionadas na linha imaginária do terço horizontal inferior.
Outro ponto de interesse dessa imagem se dá pelo espaço dado para o lado em que o surfista está correndo - essa é outra dica interessante. ;)


Gostou deste artigo? Role a tela para baixo, deixe seu comentário ou veja outros itens interessantes.

Antes de usar o conteúdo deste artigo para outros fins, por favor, consulte a nossa política de privacidade e direitos de uso.