Dicas de fotografia (parte 009)

Que tal conversarmos hoje sobre diferenças e similaridades? A ideia é entender o que é contraste e como tirar proveito deste recurso na fotografia. Obviamente, eu não poderia começar sem uma viagem. Está pronto?

Na fotografia, quando falamos de baixo contraste, estamos tratando “similaridades”. Quando ocorre o oposto (alto contraste), falamos de diferenças. Vamos imaginar esse exercício tomando algumas frutas como exemplo.


Compare abacates e uvas. Ambos são frutos. Então posso dizer que são similares. Também podemos dizer (por exemplo) que os sabores, texturas e sensações são diferentes. Opa... São similares, porém diferentes? Sim e não!


https://stocksnap.io/author/544
https://stocksnap.io/author/5032

Deixei a explicação confusa? Me perdoe, mas ideia é você saber que contraste é relativo quando falamos de fotografias, ou seja, podemos falar de contraste de cor, contraste de luz (ou entre luz e sombras), contraste entre elementos de composição e etc.

Não esqueça... Se discordar é só expor sua opinião. Me considero um artista livre e de formação não acadêmica, meu propósito é diferente nessa praia. Dito isto...


Contraste por cor

Tenho amigos que são daltônicos e não há como não lembrar desses poetas (um de luz e outro em inteligência emocional). Ambos são referências para mim em conduta e capacidade de compartilhar ideias e conhecimento.

Parte dos nossos olhos possui sensores que reagem a luz. Temos sensores para captar três faixas (cores) de luz que representam o Vermelho (ou R de Red em inglês), Verde (ou G de Green) e Azul (ou B de Blue). Curiosamente temos maior sensibilidade ao verde.

Esses três canais de cores (RGB) são os responsáveis pela criação de todas as cores que podemos “ver”. Nossos cérebros misturam esses três canais em diferentes intensidades. Comparar cores também envolve contraste. Uma cor pode ser parecida com outra (harmônica), como também pode ser “diferente”.

Então podemos classifica-las em:


  • Cores harmônicas, que são semelhantes.
  • Cores opostas, também chamadas de complementares.

Opa... Lembra das frutas? Podem ser parecidas e/ou diferentes. Idem para as cores.
Se a diferença entre uma cor e outra é pequena, então posso dizer que o contraste entre elas é baixo. Veja o exemplo abaixo de cores que se aproximam do laranja e do amarelo. A relação entre uma e outra é bem próxima.



Em casos opostos a diferença é grande.


Já notou como a natureza gera contraste? Quantas plantas tem verdes e magentas, ou variações que propõem contraste (alto contraste)? Isso não é coincidência.

Plantas “sabem” que cores opostas atraem diversos insetos (como abelhas), pássaros e animais maiores. Flores são encontradas com maior facilidade e polinização ganha “velocidade”. As sementes são espalhadas por locais impensáveis, então as diferenças de clima e etc. se encarregam do resto... Nossa, quase viajei noutro assunto de forma profunda.


https://stocksnap.io/author/399

Então, além contraste, as cores têm outros sentidos para os seres humanos.

Conhecer cores complementares e opostas e utilizá-las na sua fotografia é fundamental. Cores são elementos de composição e a relação entre elas também.


Cores complementares

As cores, como dito antes, são interpretadas pelo cérebro a partir do que nossos receptores nos olhos podem capturar. Temos três tipos de sensores (um para cada cor RGB) e a intensidade de luz que cada sensor filtra e envia ao cérebro em forma de sinal, rege a aparência (ou cor) daquela luz.

Guarde isso: Sem luz não há cor. Cor é um efeito que só é perceptível por causa da luz. Fique num quarto escuro e logo notará que os objetos parecem sem cor (sem saturação) e é isso mesmo.

Continuando... A mistura dos canais RGB em diferentes intensidades (ou quantidades) geram diferentes cores. E há uma regra para isso.

O importante é saber que cores complementares (ou opostas) criam contraste por cor. Mesmo sem saber disso, todo ser humano é naturalmente atraído a observar o contraste (alto). Isto se deve há característica construtiva da nossa visão e foi um elemento essencial para a nossa evolução.

Todo observador é atraído por contraste. Toda pessoa capaz de perceber diferentes cores (ou uma parte delas) será atraído pela diferença. Mesmo quem não vê cor alguma é atraído pelo contraste, pois temos a maior parte do nosso sistema de visão dedicado ao contraste (mais de 99% desse sistema possui um outro tipo de sensor que não registra sinais de cor, mas sim contraste). Cor é apenas um tempero elegante, mas isso é assunto para as dicas de preto e branco que pretendo escrever.

O cone abaixo ilustra transições de cores harmônicas e cores complementares. Podemos dizer que o laranja tem o amarelo como cor harmônica e vice-versa. Mas o mesmo amarelo é o oposto (complementar) ao azul, que está do outro lado. Assim como o magenta é complementar ao verde e vice-versa.



A figura acima pode ser usada como referência para que você exercite o hábito de fotografar observando a relação entre cores no seu dia-a-dia.
Mas não se fixe a qualquer regra, pois você não precisa fotografar cores “exatamente” complementares ou opostas, pois existem inúmeras variações dessas combinações. Repetindo o baixo (harmonia) e alto contraste (complementaridade) é o que pode ser registrado. Esse é apenas mais um elemento que pode ou não estar presente na sua composição. Ter o conhecimento dessas diferenças pode fazer alguma diferença.

https://stocksnap.io/author/781

Na fotografia acima, há contraste entre laranjas e amarelos, pois o céu se comporta como cor complementar e vice-versa.

No exemplo abaixo as cores são harmônicas (semelhantes), embora haja outro tipo de contraste pelo contra luz (que falaremos futuramente).

https://stocksnap.io/author/6343

É como eu disse, cores são um tempero. A junção equilibrada de regras e elementos de composição e a sensibilidade do olhar proporcionam o que vemos nessa última fotografia (bela e simples).



Gostou deste artigo? Role a tela para baixo, deixe seu comentário ou veja outros itens interessantes.

Antes de usar o conteúdo deste artigo para outros fins, por favor, consulte a nossa política de privacidade e direitos de uso.